PERGUNTAS FREQUENTES


1 - Quais são as idades mínima e máxima para o ingresso no ITA?
     Não há idade mínima, desde que o candidato tenha concluído ou esteja concluindo o ensino médio no ano da inscrição. Idade máxima: ter no máximo 23 anos de idade no dia 31/12/2018.

2 - Candidatos cursando o 2º ano do ensino médio podem se inscrever no vestibular?
     Sim; porém, farão as provas apenas como treineiros, não concorrendo a vagas.

3 - Qual é a Estrutura do Vestibular do ITA?
     O vestibular está estruturado em duas fases acadêmicas. A 1ª Fase com 1 prova de 60 questões objetivas (tipo teste), 12 de cada matéria. A 2ª Fase com 3 matérias e uma redação. As provas de Matemática, Física e Química da 2ª fase constarão de 10 questões dissertativas e serão aplicadas em dois dias. No 1º dia, Matemática e Química; no 2º, Física e Redação.

4 - Como é composta a média final?
     Ela é composta de acordo com a tabela a seguir:

1ª Fase
2ª Fase
Matemática
Física
Química
Redação
20%
20%
20%
20%
20%

5 - Qual é a nota mínima de aprovação?
     A nota mínima é de 4,0 por matéria e 5,0 de média final (escala de zero a 10,0). O candidato não poderá zerar na prova de redação.

6 - Qual foi a nota de corte (mínima) nos testes para que as questões dissertativas fossem corrigidas (equivalente ao que hoje é a 1ª Fase)?

     • Vagas Ordinárias: 7,00.
     • Vagas Privativas:  6,75.

7 - Qual foi a nota de corte (mínima) para convocação do último vestibular?

     • Vagas Ordinárias: 7,34.
     • Vagas Privativas:  7,07.

8 - Em que matéria os candidatos convocados tiveram a menor média?
     No último vestibular a menor média foi a de Química.

9 - Em que especialidade de Engenharia do ITA os candidatos têm maior chance de classificação?
     A especialidade não tem influência na classificação uma vez que a convocação é feita a partir da média final.

10 - O aluno pode trocar de especialidade durante o curso?
       No final do Curso Fundamental, que são os dois primeiros anos (comuns a todas as especialidades), o aluno poderá pleitear a mudança de especialidade de engenharia.

11 - Qual é a porcentagem de mulheres no curso de graduação do ITA?
       No último vestibular, 23% dos candidatos inscritos e 10% dos candidatos convocados foram mulheres. Atualmente, 8% dos alunos em curso são mulheres.

12 - Qual é o curso do ITA mais procurado pelas mulheres?
       No último vestibular, o curso mais procurado foi o de Engenharia Aeroespacial.

13 - Existem atividades extracurriculares para os alunos?
       Sim, na área científica destacamos o Projeto Aero-design para alunos do Curso de Engenharia Aeronáutica e Mecânica-Aeronáutica; o futebol de robôs para alunos do Curso de Engenharia Eletrônica e da Computação e Projeto do Mini-Baja para alunos do Curso de Engenharia Mecânica-Aeronáutica.
      Na área cultural e esportiva, os alunos têm atividade como a semana de arte, a interação com outras universidades para torneio de jogos, etc.

14 - O ITA aceita transferência?
       Não.